.
Rua Marechal Deodoro, 190 - Centro
16 3635-3384
atendimento@colegiocarlosmagno.com.br

Ribeirão Preto - SP
Home        Nossos Cursos        O Colégio        Galeria de Fotos       Sugestões       Fale Conosco       Área do Aluno       Área dos Pais

<< Voltar

O COLÉGIO
.

Quem foi Carlos Magno?   -   Teoria da Educação: Construtivismo e Tradicionalismo
.

.

QUEM FOI CARLOS MAGNO?


   Carlos Magno deu origem ao adjetivo 'Carolíngio', foi sucessivamente rei dos Francos, rei dos    Lombardos, e ainda o primeiro Imperador do Sacro Império Romano, restaurando assim o antigo    Império Romano do Ocidente. 

   Carlos Magno esteve envolvido constantemente em batalhas durante o seu reinado. Procedeu à    conversão forçada ao cristianismo dos povos conquistados, massacrando os que se recusavam a    converter-se.

   O Papa Leão III coroou Carlos Magno como Imperador. Ainda que o título o ajudasse a afirmar    sua independência em relação a Constantinopla, Carlos magno apenas o usou bastante mais    tarde, já que receava ficar dependente, por outro lado, do poder papal.

   Continuando as refoermas iniciadas pelo seu pai, Carlos Magno avançou com um sistema monetário baseado no soldo de ouro.    Instituiu um novo padrão monetário a partir de unidades de medida como a. Note-se que o sistema monetário inglês antes da    decimalização tem semelhanças como este: efetivamente, a libra inglesa.

   REFORMA NA EDUCAÇÃO

   Para unificar e fortalecer o seu império, Carlos Magno decidiu executar uma reforma na educação.

   O monge inglês Alcuíno elaborou um projeto de desenvolvimento escolar que buscou reviver o saber clássico estabelecendo os    programas de estudo a partir da sete artes liberais: o trivium, ou ensino literário (gramática, retórica e dialética) e o quadrivium,    ou ensino científico (artmética, geometria, astronomia e música).

   A partir do ano de 787, foram emanados decretos que recomendavam, em todo o império, a restauração de antigas escolas e a    fundação de novas. Institucionalmente, essas novas escolas podiam ser monacais, sob a responsabilidade dos mosteiros;    catedrais, junto à sede dos bispados, e palatinas, junto às cortes.

   Essa reforma ajudou a preparar o caminho para o Renascimento do Século XII. O ensino da dialética (ou lógica) foi fazendo    renascer o interesse pela indagação especualtiva, dessa semete surgiria mais tarde a filosofia cristã da escolástica; e nos séculos    XII e XIII, muitas das escolas que haviam sido fundadas nesse período, especialmente as escolas catedrais, ganharam a forma    de universidades medievais.

16 3635-3384
atendimento@colegiocarlosmagno.com.br
.